Arte Popular Brasileira como possibilidade de um ensino multicultural das artes visuais

  • Amanda Cristina Figueira Bastos de Melo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) Campus Avançado São João da Barra/RJ
  • Bianka Pires André Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ
Palavras-chave: Artes visuais, Multiculturalismo, Arte popular

Resumo

Traçando um breve panorama das relações entre a cultura e o ensino da arte no Brasil, este artigo faz uma reflexão sobre o multiculturalismo no ensino das artes visuais através da Arte Popular. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e análise das obras de arte citadas no texto, relacionando-as com as questões multiculturais, com destaque para a importância da arte popular como fonte de estudos multiculturais e a necessidade de lidar com essas questões dentro do âmbito escolar. Percebe-se que o assunto ainda é pouco discutido, principalmente quando se envolve a cultura popular. Conclui-se que é possível um ensino de arte multicultural por meio da abordagem da Arte Popular, pois ela permite uma aproximação maior ao universo do educando e contribui para o desenvolvimento de suas habilidades críticas, reflexivas e estéticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Cristina Figueira Bastos de Melo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) Campus Avançado São João da Barra/RJ
Especialista em Arte, Educação e Tecnologias Contemporâneas (UnB) e Mestranda em Cognição e Linguagem (UENF). Professora de Artes no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Avançado São João da Barra, São João da Barra/RJ – Brasil. E-mail: amanda.melo@iff.edu.br.
Bianka Pires André, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ
Doutora em Educação pela Universidade de Barcelona. Pesquisadora colaboradora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Migratórios da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NIEM/UFRJ) e do Grupo de Pesquisa em Educação, Migração e Infância da Universidade Aberta do Brasil (EMIGRA/UAB). Professora Associada da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), Campos dos Goytacazes/RJ - Brasil. E-mail: biankapires@gmail.com.

Referências

BARBOSA, Ana Mae (org). Inquietações e Mudanças no Ensino da Arte. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008. 184 p.

______. (Org). Arte/Educação Contemporânea: Consonâncias Internacionais. São Paulo: Cortez, 2005. 432 p.

______. (Org). Arte-educação: leitura no subsolo. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2002. 200 p.

______. Tópicos utópicos. Belo Horizonte: C/Arte, 1998. 198 p.

______. A imagem no ensino da arte. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2001. 134 p.

BRASIL. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 1997.

_______. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

CHALMERS, Graham. Seis anos depois de celebrando o pluralismo: transculturas visuais, educação e multiculturalismo crítico. Tradução de Belidson Dias. In: BARBOSA, Ana Mae. (Org.) Arte/educação contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez, 2005. p. 245-263.

FATUYL, R. B. O ensino da arte nos países do terceiro mundo. In: BARBOSA, A. M. (Org.). O ensino da arte e sua história. São Paulo: MAC/USP, 1990.

MARTINS, Mirian Celeste; PICOSQUE, Gisa. GUERRA, M. Terezinha Telles. Teoria e Prática do Ensino de Arte: a língua do mundo. Volume único, livro do aluno. São Paulo: FTD, 2009. 208 p.

MASCELANI, Angela. O Mundo da Arte Popular Brasileira. 2. ed. Rio de Janeiro: Museu Casa do Pontal, 2006. 110 p.

NASCIMENTO, Erivaldo Alves. Perspectivas multiculturais na Proposta Triangular. Arte & Educação em Revista, Porto Alegre, n. 3, jul./dez, p. 7-11, 1996..

RICHTER, Ivone Mendes. Interculturalidade e Estética do Cotidiano no Ensino das Artes Visuais. São Paulo: Mercado de Letras, 2003. 215 p.

SANTAELLA, Lucia. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. 2. ed. São Paulo: Paulus, 2003. 360 p.

VALENTE, A. L. Educação e diversidade cultural: um desafio da atualidade. São Paulo: Moderna, 1999. 112 p.

Publicado
25-10-2016
Como Citar
BASTOS DE MELO, A. C. F.; ANDRÉ, B. P. Arte Popular Brasileira como possibilidade de um ensino multicultural das artes visuais. Revista Vértices, v. 18, n. 2, p. 109-119, 25 out. 2016.
Seção
Artigos Originais