Características morfológicas de sorgo sacarino BRS 501 em deficit hídrico

Autores

  • Luciano Rezende Moreira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ
  • Jardélcio Damião Carvalho Ervilha Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa/MG
  • Juliana Gonçalves Vidigal Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ
  • Glauco Vieira Miranda Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa/MG

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v18n32016p135-145

Palavras-chave:

Sorghum bicolor (L.) Moench, Deficit hídrico, Raiz, WinRhizo

Resumo

A cultura do sorgo [Sorghum bicolor (L.) Moench] destaca-se das demais por tolerar tanto o deficit hídrico como o excesso de umidade no solo, em situações ambientais muito secas e/ou muito quentes, nas quais a produtividade de outros cereais torna-se antieconômica. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da irrigação na conformação radicular na fase inicial de desenvolvimento do sorgo sacarino. Nesse propósito, foi utilizada a cultivar BRS 501 submetida a quatro níveis de irrigação que se basearam em 80%, 60%, 40% e 20% da capacidade de campo (CC). A diminuição na disponibilidade de água no solo influenciou negativamente a maioria das características avaliadas com exceção da relação entre o sistema radicular e a parte aérea (SR/PA), diâmetro médio de raiz (DMR) e área radicular específica (ARE). Conclui-se que o crescimento das plantas de sorgo sacarino é sensível à diminuição de água no solo, sendo afetado pela baixa disponibilidade hídrica. A metodologia utilizada, comum a outras culturas, adequa-se ao sorgo sacarino para estabelecer disponibilidades hídricas em estudos com a finalidade de discriminar cultivares tolerantes à seca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Rezende Moreira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ

Doutor em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ – Brasil. E-mail: lmoreira@iff.edu.br.

Jardélcio Damião Carvalho Ervilha, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa/MG

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) – Viçosa/MG – Brasil. E-mail: jardelcioervilha@gmail.com.

Juliana Gonçalves Vidigal, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ

Doutora em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) campus Bom Jesus do Itabapoana/RJ – Brasil. E-mail: jvidigal@iff.edu.br.

Glauco Vieira Miranda, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa/MG

Doutor em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Ex-professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV). E-mail: glaucovmiranda@gmail.com.

Downloads

Publicado

30-12-2016

Como Citar

MOREIRA, L. R.; CARVALHO ERVILHA, J. D.; VIDIGAL, J. G.; MIRANDA, G. V. Características morfológicas de sorgo sacarino BRS 501 em deficit hídrico. Revista Vértices, [S. l.], v. 18, n. 3, p. 135–145, 2016. DOI: 10.19180/1809-2667.v18n32016p135-145. Disponível em: https://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/5908. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)